Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Cmd.Jhenyfer
Admin
Mensagens : 47
Data de inscrição : 03/06/2017
http://policialdic-blet.forumeiros.com

[DIC] Legislação

em Dom Jun 04, 2017 1:23 pm
     Legislação da Polícia DIC ®

Capítulo 01 - Regras Gerais

As seguintes regras de empenho são regras que irão reger todos os policiais nas áreas do Departamento. Qualquer usuário do Habbo que se juntar à Polícia DIC deve cumprir com esses termos. Todos os habbos que não cumprirem com esses termos estão sujeitos a ações disciplinares. Todos os habbos que não cumprirem com esses termos estão sujeitos a ações disciplinares previstas no Código Penal Policial (CPP).

O não conhecimento das regras da Legislação ou do Código Penal não exime nenhum policial de punições.

Qualquer ação considerada inapropriada para um policial da DIC pode gerar a aplicação de alguma punição, mesmo que o ato cometido não esteja descrito na Legislação.

Cabe o julgamento de um membro do Comando acima para avaliar o ocorrido.

As punições podem variar entre:

• Advertências verbais;
• Advertências escritas;
• Rebaixamentos;
• Demissões, com ou sem aviso prévio;
• Banimento da Polícia.

Artigo 01

A Polícia DIC preza em seguir as regras orientadas pela empresa fundadora do Habbo Hotel (Sulake Corporation Oy). Os policiais que não forem de acordo com as regras da Habbo Etiqueta estarão sujeitos a punições.

As regras orientadas pela Sulake Corporation Oy podem ser encontradas neste link: https://www.habbo.com.br/playing-habbo/habbo-way

Artigo 02

A Polícia DIC exige o respeito mútuo com seus Superiores e Subordinados dentro ou fora da base. Palavrões e outras palavras de baixo calão não serão toleradas. Caso queira brincar com algum policial, tenha certeza que o envolvido esteja de acordo com a brincadeira, pois caso ele se sinta ofendido, você poderá ser prejudicado.
Meios de comunicação nos quais não são permitidos o desrespeito com membros da Polícia:

• Facebook entre outras redes sociais;
• Em qualquer quarto do Habbo Hotel ou no console;
• Whatsapp ou até mesmo em mensagens de celular.

Artigo 03

É severamente proibido pedir promoções, treinamentos, pagamentos e/ou direitos. O policial que descumprir tal regra, assim solicitando alguma das coisas citadas anteriormente, estará sujeito a uma Advertência Verbal ou Escrita se o caso for reincidente.

Artigo 04

Ao adentrar no Quartel General (Q.G), todos os policiais deverão estar com a missão, emblema, uniforme e perfil corretos. Caso esta regra seja descumprida, o policial estará sujeito a uma Advertência Verbal ou Escrita se o caso foi reincidente.

Artigo 05

Todos os policiais da Polícia DIC estão severamente proibidos de usarem o “Modo offline”. E todas as suas informações devem estar visíveis no seu perfil. A regra não se aplicará somente aos membros da Presidência da Polícia. A punição para tal ato varia de advertência escrita a rebaixamento, tendo sua patente atual como base para a decisão da punição escolhida.

Artigo 06

Caso um policial perca a sua missão, ele poderá fazer a solicitação de uma nova missão a um membro da equipe de Superiores, porém caso o policial perca o grupo, ele poderá ser considerado demitido, caso não dê uma explicação suficientemente boa.

Artigo 07

Os policiais da Polícia DIC estão severamente proibidos de usarem missões, grupos e quaisquer outras coisas relacionadas a outras Polícias, Organizações e/ou Exércitos. Caso essa regra seja descumprida, o policial será demitido sem aviso prévio.

Observação: Esta regra não é válida no caso de aliadas OFICIAIS da POLÍCIA DIC.

Artigo 08

Os policiais da DIC são totalmente livres. Nós encorajamos os nossos policiais a darem atenção total à vida real, sendo assim, não tendo que trabalhar todas as horas. Nenhum policial é obrigado a sempre estar presente na base enquanto estiver online no Habbo - desde que tenha presença suficiente à patente desempenhada. Porém, é severamente proibido que o policial permaneça do lado de fora do quartel da base. A regra não se aplica a membros da Presidência e de policiais pertencentes a Brigada, Rondas e Treinadores no cumprimento de seus deveres.

Artigo 09

O policial que ofender a Polícia DIC de maneira verbal ou não verbal em qualquer meio de comunicação (na base, redes sociais, entre outros) será severamente punido por isso, podendo levar até um banimento da Polícia e podendo nunca mais voltar a ela de maneira alguma.

Artigo 10

Nenhum policial pode ter mais de uma conta trabalhando na Polícia. O militar que for flagrado com uma “fake” trabalhando na Polícia será severamente punido. Essa regra também se aplica para Grupos “fakes”, sendo assim, é totalmente proibido criar emblemas simulando cargos ou funções de nosso Departamento.

Artigo 11

É TOTALMENTE proibido qualquer tipo de conspiração contra qualquer policial da Polícia DIC. Caso algum policial seja flagrado fazendo isso, a punição será demissão e banimento permanente da base.

Artigo 12

É expressamente proibido fazer posts em qualquer rede social da Polícia DIC no intuito em que cause a incriminação, discriminação, desrespeitos e semelhantes de qualquer policial.

Artigo 13

Todas as contravenções e suas respectivas punições estão descritas no Código Penal Policial e devem ser seguidas conforme a lei.  

Capítulo 02 - Hierarquia

Aqui serão descritas regras que dizem respeito às patentes da Polícia DIC. Cada patente exige uma autoridade sobre as patentes subordinadas. A Presidência possui uma autoridade máxima sobre todas as outras.

Artigo 01

A nossa Polícia possui duas hierarquias, sendo elas a de Cargos Militares (CM) e a de Cargos Pagos (CP). As patentes serão atribuídas aos policiais que se esforçarem e as conquistarem. Nós, da Polícia DIC, acreditamos que, se o Policial for promovido, a razão foi que ele mereceu. Os Cargos Pagos são atribuídos a policiais que compraram cargos com algum dos membros do grupo [DIC] Vendedores de CP. Também possuímos uma divisão geral para as patentes da nossa polícia, sendo ela: Subordinados, Inspetoria, Comando e Presidência.

A nossa hierarquia dispõe os seguintes integrantes:

(Membros Subordinados)

- Soldado
- Cabo
- Sargento
- Subtenente
- Aspirante
- Tenente
- Capitão
- Major
- Tenente-Coronel
- Coronel

(Membros da Inspetoria)

- Inspetor
- Superintendente

(Membros do Comando)

- Comandante
- Comandante-Geral

(Membros da Presidência)

- Comandante Suplente (Capítulo 3 - Artigo 4 para mais informações)
- Supremo
- Vice-Presidente
- Presidente

Artigo 02

Policiais subordinados devem ter respeito com os seus superiores. Para efeito de regra dentro de base todos os policiais devem se dirigir de forma respeitosa, como estas:

(De Subordinado a Inspetoria)

Senhor + Frase
Senhor + Nome + Frase
Senhor + Patente + Frase
Senhor + Patente + Nome + Frase

“Senhor, poderia me ajudar em uma coisa?”
“Senhor Presidente, poderia retirar uma dúvida, por favor?”
“Grato senhora Cmd.Jhenyfer.”
“Senhora Presidente Cmd.Jhenyfer, posso dar a próxima aula?”

(De Inspetoria a Subordinado)

Nome
Nome + Frase
Patente + Frase
Patente + Nome +  Frase

“Fulano, tenho uma tarefa a você.”
“Cabo Fulano, poderia se dirigir à recepção?”
“Coronel, poderia assumir a O.G?”
“Fulano, aplique a próxima aula.”

Observação: Caso ocorra algum ato de abuso de poder o policial deverá tirar um print e entregar a algum membro da equipe do Tribunal de Justiça Policial da nossa polícia ou a nossos superiores militares ou pagos com todos os treinamentos concluídos.

Artigo 03 - Ordem dos Treinamentos

Conforme os cargos militares são promovidos recebem novos deveres. Com isso, é direito deles que lhes seja ensinada a maneira correta de exercer tais funções.

Portanto, será listada abaixo a ordem dos treinamentos e quando devem ser feitos:

- Aula de Formação <AF> - Todos precisam fazer. É o primeiro na ordem.
- Treinamento de Cabos <T1> -  A partir de Cabo. É o segundo na ordem.
- Treinamento de Sargentos <TS> - A partir de Sargento. É o terceiro na ordem.
- Treinamento de Subtenentes <T2> - A partir de Subtenente. É o quarto na ordem.
- Auxiliar de Guia [A.G] - A partir de Subtenente. É o quinto na ordem.
- Guia [G] - A partir de Subtenente. É o sexto na ordem.
- Treinamento de Aspirantes <TA> - A partir de Aspirante. É o sétimo na ordem.
- Curso de Palestrantes para Aspirantes <CPA> - A partir de Aspirante. É o oitavo na ordem.
- Treinamento de Tenentes <T3> - A partir de Tenente. É o nono na ordem.
- Reforço de Qualificação para Tenentes <RQ> - A partir de Tenente. É o décimo na ordem.
- Curso da Academia Policial - A partir de Capitão a Tenente-Coronel. É o décimo primeiro na ordem.
- Exame de Conclusão Hierárquica [ECH] - A partir de Coronel. É o décimo segundo na ordem.

AF -> T1 -> TS -> T2 -> A.G -> G -> TA -> CPA -> T3 -> RQ -> Academia -> ECH

A ordem dos treinamentos deve ser respeitada. Não é permitido exceções, salvo com respaldo da Presidência Militar da Polícia DIC.

Capítulo 03 - Promoções

Todas as promoções, advertências e rebaixamentos devem ser postadas no fórum em seus devidos tópicos. Todas devem ser postadas pelo autor da promoção. Somente membros da Presidência Militar poderão solicitar que algum policial subordinado faça o favor de postar.

Artigo 01

Todos os policiais da Polícia DIC possuem uma quantidade mínima de dias em sua patente, assim tendo tempo de aproveitar cada patente e usufruir dos conhecimentos dela. Deve ser observado que um policial que completa seus dias pode ou não ser promovido, tendo em conta que não é somente a quantidade de dias que será observada, e sim outros aspectos que definem o policial como por exemplo: presença, rendimento, treinamentos, conhecimento e postura.

Soldado - 0 dias | Aprovação no <AF>
Cabo - 2 dias | Possuir o treinamento especializado para Cabos <T1>
Sargento - 4 dias | Possuir o treinamento para Sargentos <TS>
Subtenente - 6 dias | Possuir o treinamento para Subtenentes <T2> | Grupo Obrigatório
Aspirante - 8 dias | Possuir o treinamento para Aspirantes <TA> | Passar pelo Curso de Palestrantes para Aspirantes <CPA>| Grupo Obrigatório
Tenente - 12 dias | Possuir o treinamento para Tenentes <T3> | Passar pelo Reforço de Qualificação para Tenentes <RQ> | Grupo Obrigatório
Capitão - 15 dias | Ser aprovado na Academia Policial | Grupo Obrigatório
Major - 20 dias | Ser aprovado na Academia Policial | Grupo Obrigatório
Tenente-Coronel - 25 dias | Ser aprovado na Academia Policial | Grupo Obrigatório
Coronel - A cargo do Comando Militar | Ser aprovado no Exame de Conclusão Hierárquica [ECH] | Grupo Obrigatório

Inspetor - Dias a cargo da Presidência, ser membro do grupo Lota-Lota e ser Guia.
Superintendente - Dias a cargo da Presidência, ser membro do grupo de Lota-Lota e ser Guia.

Comandantes -  Eles não possuem dias, os dias são definidos pela Presidência da DIC.

Observação: Os membros da Presidência Militar podem promover os policiais a qualquer momento, com ou sem treinamentos e com ou sem os dias necessários para a patente.

Observação²: Na hora do cálculo do cumprimento dos dias para verificar se o policial já está liberado para ser promovido, deve-se calcular também as horas, minutos e segundos da postagem da promoção anterior.

Artigo 02

Conforme o policial vai crescendo em nossa polícia, ele ganhará mais conhecimento e pensando nisso a DIC permite que o policial tenha o direito de promover.

Vejam:

Tenentes promovem até Cabo
Capitães promove, até Sargento
Majores promovem até Subtenente
Tenentes-Coronéis promovem até Aspirante
Coronéis promovem até Tenente
Inspetores promovem até Capitão
Superintendentes promovem até Major
Comandantes promovem até Coronel
Comandantes Gerais promovem até Inspetor
Supremos promovem até Superintendente

Observação: As únicas patentes que promovem qualquer patente é a de Presidente e Vice-Presidente, a qual o cargo de Presidente pertence a Cmd.Jhenyfer e Vice-Presidente ainda não há!

No caso de promover policiais que são cargos pagos dentro da DIC a regra é outra.

Majores promovem até Analista.
Tenentes-Coronéis promovem até Coordenador.
Coronéis promovem até Embaixador.
Inspetores promovem até Administrador.
Superintendentes promovem até Escrivão.
Comandante promovem até Detetive.
Comandante-Geral promovem até Supervisor.

Observação: As únicas patentes que promovem qualquer patente é a de Presidente e Vice-Presidente, a qual o cargo de Presidente pertence a Cmd.Jhenyfer

Artigo 03

Para serem promovidos na Polícia DIC, obviamente terão que possuir alguns requisitos específicos, sendo eles:

Soldado:

- Conclusão da aula de formação;
- Ortografia razoável;
- Bom alistamento;

Cabo:

- Conclusão da Instrução <T1>;
- Ortografia razoável;
- Ótimo trabalho executado nas alavancas;
- Possuir 2 dias na patente.

Sargento:

- Respeito com o superior/subordinado;
- Conclusão da Instrução <TS>;
- Ótimo comando da recepção;
- Ótimo trabalho nas alavancas;
- Boa ortografia;
- Bom comando da Salinha;
- Possuir 4 dias na patente.

Subtenente: A partir daqui é obrigatório contribuir em um dos Grupos Auxiliares Obrigatórios.

- Conclusão da Instrução <T2>;
- Ótima ortografia;
- Ótimo comando das alavancas;
- Uma presença em base notável;
- Possuir 6 dias na patente.

Aspirante:

- Ótima ortografia;
- Ótimo trabalhos nos demais setores;
- Presença em base razoável;
- Obrigatório ser Guia;
- Conclusão do Teste para Aspirantes <TA>;
- Passar pelo Curso de Palestrantes para Aspirantes <CPA>;
- Possuir 8 dias na patente.

Tenente:

- Conclusão da Instrução <T3>;
- Passar pelo Reforço de Qualificação para Tenentes <RQ>;
- Boa ortografia;
- Bom comando do Oficial de Guarda;
- Ótimo comando do Oficial de Base;
- Presença em base notável;
- Ótimo trabalho nos demais setores;
- Obrigatório ser Guia;
- Possuir 12 dias na patente.

Capitão:

- Ortografia exemplar;
- Excelente comando do Oficial de Guarda;
- Ótimo comando no Oficial de base;
- Trabalhar com perfeição em outros setores da base;
- Obrigatório ser Guia;
- Desempenhar alguma atividade em um grupo auxiliar com um desempenho notável;
- Conseguir impor sua autoridade a seus subordinados;
- Cumprir com suas obrigações na Academia Policial.

Major:

- Excelente comando no Oficial de Guarda e Oficial de Base;
- Comandar com perfeição o Oficial de Comando (caso possua direitos);
- Obrigatório ser Guia;
- Conseguir atuar em pequenos casos de indisciplina;
- Cumprir com suas obrigações na Academia Policial.

Tenente-Coronel:

- Excelente comando no Oficial de Guarda e Oficial de Base.
- Comandar com perfeição o Oficial de Comando (caso possua direitos);
- Conseguir atuar em  casos de indisciplina;
- Saber usar sua autoridade policial;
- Obrigatório ser Guia;
- Cumprir com suas obrigações na Academia Policial.

Coronel:

- Aprovar no Exame de Conclusão Hierárquica (ECH);
- Agir como um superior dentro e fora da polícia;
- Contribuir com ideias e projetos para DIC;
- Obrigatório ser Guia;
- Ser participativo nos grupos auxiliares;
- Possuir uma presença excelente;
- Saber lidar em diversas situações na polícia;
- Fazer da DIC seu local prioritário;

Inspetor:

- Agir como superior;
- Saber lidar com todas as situações do dia a dia da polícia DIC;
- Participar nas reuniões semanais;
- Ser participativo;
- Contribuir com ideias;
- Desenvolver projetos para a evolução da DIC;
- Ser assertivo em suas ordens/comandos;
- Possuir humildade;
- Respeitar os subordinados incondicionalmente;
- Contribuir para a polícia em geral;
- Obrigatório ser Guia;
- Obrigatório ser membro do Sistema Lota-Lota;

Superintendente:

- Ajudar na administração da Polícia em Geral;
- Obrigatório ser Guia;
- Obrigatório ser membro do Sistema Lota-Lota;

Lembrando que cumprir os requisitos não te promove automaticamente para a próxima patente. Isso é um norte para que você tenha noção do que é necessário para se adequar à nova patente. Portanto não cobre dos seus superiores que podem te promover, aguarde o seu tempo.


avatar
Cmd.Jhenyfer
Admin
Mensagens : 47
Data de inscrição : 03/06/2017
http://policialdic-blet.forumeiros.com

Re: [DIC] Legislação

em Dom Jun 04, 2017 1:31 pm
Artigo 04

A Presidência da Polícia DIC é responsável pela administração da Polícia. Tendo em vista a importância da Presidência, colocamos um limite de membros dentro da mesma, sendo ele:

Supremo - 00 | Atualmente:
Vice-Presidente - 02 | Atualmente: .Saymmons | XxCheirinhoxX
Presidente - 01 | Atualmente: Cmd.Jhenyfer

Também tendo em vista que, com poucos membros na Presidência, a falta de um faz um imenso estrago, por isso criamos um sistema de “suplente”.

O suplente entra em cena quando o Supremo se ausentar da Polícia, ou seja, entrar de aval. O suplente é um membro do Comando que é nomeado somente no dia que for anunciada a ausência do SUPREMO. Ele assumirá temporariamente a patente de Comandante Suplente porém o mesmo terá os mesmos direitos do SUPREMO e também será responsável por comparecer em reuniões da Presidência.

Capítulo 04 - Punições

Artigo 01

As advertências são dadas aos militares que cometem erros que não são tolerados em suas patentes. A função da advertência é punir o policial pelo erro, para que o mesmo não volte a ocorrer, além disso, mostrando que sua ação está desacatando as regras descritas nesta legislação.

Existem dois tipos de advertências, sendo elas as verbais e as escritas.

As advertências verbais são aplicadas quando o erro do militar é mínimo.

As advertências escritas são dadas a um policial que cometeu um erro grave ou insistiu em cometer erros pequenos. Entretanto, exigimos discernimento do policial ao entender que a aplicação da terceira advertência vem junto com um rebaixamento e portanto, é necessário colocar na balança essa punição adicional. Nem sempre o ocorrido que mereça uma advertência, também merece junto um rebaixamento.

Observação: Apenas militares com a patente de Inspetor acima podem aplicar advertências sem permissão. No caso dos cargos pagos, apenas Detetive acima com CF completo.

Observação²: Apenas membros do Comando podem aplicar duas advertências de uma vez.

Emenda: O policial que aplica a punição é obrigado a informar ao policial que a recebe seus direitos de recorribilidade, bem como o Tribunal de Justiça Policial. Essa cláusula aplica-se para qualquer tipo de punição da Polícia DIC.

Artigo 02

O policial que completar três advertências escritas receberá como punição um rebaixamento.

Existem algumas maneiras de zerar as advertências que o policial possui. Segue abaixo as maneiras:

• Ser rebaixado por acúmulo de três advertências;
• Promoção de Subordinado a Inspetoria (Coronel a Inspetor);
• Promoção de Inspetoria ao Comando (Superintendente a Comandante);
• Promoção de Comando a Presidência (Comandante-Geral a Supremo);

Uma advertência tem um período máximo de sete dias para ser recorrida, caso contrário, o policial permanecerá com a advertência.

Um militar não poderá dar advertência a outro policial que tenha uma patente maior que a dele, exceto se o mesmo for um membro da equipe de justiça da nossa polícia, que é o Tribunal de Justiça Policial e esteja no exercício de suas funções. Procure o Tribunal de Justiça Policial caso necessite denunciar um superior por algum ato ilícito cometido por ele. Lembre-se de ter provas.

Emenda: O Indulto Presidencial é uma ferramenta a serviço dos policiais da DIC que receberam uma ou mais advertências e se comprometem a melhorar sua postura, a fim de que não seja mais punido dentro do Departamento. Portanto, o policial que permanecer 45 dias após a aplicação de uma advertência sem ser novamente punido com outra advertência terá ela perdoada. Caso ele tenha mais de uma advertência a ser perdoada, ele deverá esperar mais 45 dias para ter receber o benefício novamente.

Artigo 03

Um militar poderá ser rebaixado não somente pelas advertências, mas também se tiver cometido um erro extremamente grave. O autor do rebaixamento deverá ser um Inspetor acima ou membro do Tribunal de Justiça Policial e da Liderança de Supervisores de Promoções no exercício de suas obrigações.

Artigo 04

Um militar que tenha feito um ato de caráter inescrupuloso ou que seja recorrente em atos de extrema gravidade, poderá ter seu vínculo com a polícia encerrado por meio de uma demissão. A demissão pode ser aplicada por qualquer membro que possua a patente mínima de Comandante ou membros da Liderança dos Supervisores de Promoções e Tribunal de Justiça Policial no cumprimento de seus deveres.                                    

Artigo 05

O policial que possuir em seu “Currículo”, um número excessivo de punições e mesmo assim não mudar sua postura, poderá ser banido da Polícia DIC.
Esse banimento só pode ser efetuado por meio de votação do Comando Militar e após aplicado, só pode ser cancelado por um membro da Presidência Militar.

Emenda: Todas as contravenções e suas respectivas punições estão descritas no Código Penal Policial (CPP). Em TODOS os atos punitivos, deverá conter o artigo do qual foi baseada a punição, de acordo com o CPP.

Capítulo 05 - Grupos Auxiliares

Artigo 1

Para o bom funcionamento da Polícia DIC, temos os chamados Grupos Auxiliares. Atualmente, a DIC é composta por doze Grupos Auxiliares. Todos esses grupos são responsáveis pelas atividades internas do Departamento.

A quantidade de membros da Sub-Liderança de um grupo é decidida pelo Líder atual, além disso, o Líder decide a patente mínima para ser tornar membro da Sub-Liderança, porém, deve conter a aprovação da Presidência da Polícia.

A Presidência tem plena liberdade de intervir nos grupos quando for necessário.

Os Líderes e Vice-Líderes de cada Grupo Auxiliar devem obrigatoriamente estarem favoritados com os grupos de sua Liderança para que a divulguem de forma eficiente e principalmente, informem os policiais sobre seu posto.

Veja abaixo todos os nossos Grupos Auxiliares e seus respectivos regimentos internos:

Supervisores de Promoções
Atual Líder: Indeterminado

Tribunal de Justiça Policial
Atual Líder: Astral

Guias
Atual Líder: Presidente Cmd.Jhenyfer

Instrutores para Cargos Pagos
Atual Líder: Indeterminado

Reforço Policial
Regimento Interno: Reforço Policial
Atual Líder: Indeterminado - Grupo desativado.


Academia Policial
Atual Líder: Grupo desativado

Rondas
Atual Líder: Indeterminado

Treinadores
Atual Líder: Indeterminado

Equipe de Marketing
Atual Líder: Indeterminado

Brigada de Alistamento
Atual Líder: Indeterminado

Sistema Lota-Lota
Atual Líder: Indeterminado

Grupo de Operações Especiais (GOE)
Atual Líder: Presidente Cmd.Jhenyfer


Última edição por Cmd.Jhenyfer em Sab Jun 10, 2017 2:45 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Cmd.Jhenyfer
Admin
Mensagens : 47
Data de inscrição : 03/06/2017
http://policialdic-blet.forumeiros.com

Re: [DIC] Legislação

em Dom Jun 04, 2017 1:36 pm
Artigo 02 - Limitações por Patente

Para termos um maior controle sobre a quantidade de policiais em cada Grupo Auxiliar e também para evitar um excesso de funções direcionadas para poucos policiais, usa-se na DIC o controle de Limitações. Afim de que exista uma maior e mais justa distribuição de Lideranças dentro do Departamento.

Sendo assim, sem mais delongas, as limitações por patente são divididas em seis diferentes hierarquias:

- Estagiário;
- Membro em Teste;
- Membro;
- Auxiliar da Liderança;
- Sub-Liderança;
- Liderança.

Cada hierarquia interna custa um certo valor de pontos ao policial para que ele possa ingressar nela.

A seguir estará descrito o custo de cada posição na tabela e o número de pontos disponíveis para cada patente, o que limitará a quantidade de grupos que um policial pode entrar.

Tabela de Pontos:

Estagiário - 1 Estágio Livre + 1 ponto para o segundo.
Membro em Teste - 1 ponto.
Membro - 1 ponto.
Auxiliar - 2 pontos.
Sub-Liderança - 3 pontos.
Liderança - 4 pontos.

Número de Pontos Disponíveis para as Patentes:

Sargento - Só pode fazer parte da Brigada de Alistamento.

Subtenente - Grupo Auxiliar Obrigatório + 1 ponto + 1 vaga de Estágio.

Aspirante - Grupo Auxiliar Obrigatório + 2 pontos + 1 vaga de Estágio.

Tenente - Grupo Auxiliar Obrigatório + 3 pontos + 1 vaga de Estágio.

Capitão - Grupo Auxiliar Obrigatório + 4 pontos + 1 vaga de Estágio.

Major - Grupo Auxiliar Obrigatório + 5 pontos + 2 vagas de Estágio.

Tenente-Coronel - Grupo Auxiliar Obrigatório + 7 pontos + 2 vagas de Estágio.

Coronel - Grupo Auxiliar Obrigatório + 8 pontos + 2 vagas de Estágio.

Inspetor - Grupos Auxiliares Obrigatórios + 9 pontos + 2 vagas de Estágio.

Superintendente - Grupos Auxiliares Obrigatórios + 10 pontos + 2 vagas de Estágio.

Comandante - Livre, desde que, respeitem as regras impostas.

Presidência - Livre.

Regras

Regra 1:

- Apenas Subtenentes para cima poderão possuir uma vaga de Estágio de algum Grupo Auxiliar.

- Apenas Tenentes para cima poderão se tornar Auxiliares de algum Grupo Auxiliar.

- Apenas Majores acima poderão participar da Sub-Liderança de algum Grupo Auxiliar.

- Apenas Tenentes-Coronéis acima poderão participar da Liderança, sendo VICE-LÍDERES, de algum Grupo Auxiliar.

- Apenas Coronéis acima poderão participar da Liderança, sendo LÍDERES, de algum Grupo Auxiliar.

Regra 2: O policial possui três Grupos Auxiliares que podem ser escolhidos como o seu Grupo Auxiliar Obrigatório. São eles: Guias, Brigada de Alistamento e Sistema Lota-Lota.

Entretanto, os treinamentos de Auxiliar de Guia e Guia fazem parte do currículo obrigatório de todos os policiais, portanto, caso ele opte por contribuir de forma obrigatória na Brigada ou no Sistema Lota-Lota, ele necessitará de já estar formado como Guia e solicitar seu remanejamento para a Liderança do Grupo escolhido (Brigada ou Lota).

Regra 3: Os policiais são proibidos de participarem de dois cargos de “Liderança” simultaneamente.

Regra 4: O policial que ocupar mais funções do que a quantidade permitida para o seu cargo e não se adequar a regra após o aviso será punido com uma advertência escrita.

Regra 5: Os policiais são proibidos de estagiarem em 3 Grupos ao mesmo tempo. Os policiais que utilizarem-se do Estágio Livre, caso sejam efetivados no fim da Segunda Semana, se tornarão Membros Oficiais do Grupo Auxiliar, portanto, sendo requerido 1 ponto dos Pontos Disponíveis. Em caso do policial já estar no limite máximo, ele poderá escolher sair de algum dos outros Grupos Auxiliares para serem efetivados com sucesso no novo Grupo.

Artigo 3 - Horários

Reuniões:

Reunião de Superiores: Todas os sábados às 16h00 horário de Brasília.
Reunião do Comando: Todas os sábados às 20h30 horário de Brasília.

Treinos:

Todos as terças-feiras e sábados às 20h00 horário de Brasília.

Rondas:

Todas as sextas-feiras às 19h00 horário de Brasília e aos domingos às 20h00 horário de brasília.

Capítulo 06 - Requisitos para Cargos Militares

Artigo 1 - Uniforme

Os uniformes são obrigatórios para algumas patentes. Não é obrigatório que um membro HC use as cores HC. Fica a cargo de cada um.

O uniforme é dividido em duas partes: kit (boina, calças e sapatos) e a camisa.
O kit nunca pode ter as cores misturadas. Portanto o policial deve escolher se usará o kit inteiramente HC ou inteiramente não-HC. Assim como na camisa.

Estarão exemplificadas as quatro formas permitidas de se usar os uniformes da DIC:

- É permitido usar o kit cor HC e a camisa cor HC;
- É permitido usar o kit cor HC e a camisa cor não HC;
- É permitido usar o kit cor não-HC e a camisa cor HC;
- É permitido usar o kit cor não-HC e a camisa cor não HC.

Todos os modelos dos uniformes, HC e não HC, estarão disponibilizados no seguinte quarto da DIC: e eles não podem ser alterados no quesito cor ou vestuário.

Inspetores possuem um uniforme diferente que também deve ser seguido. Apenas Comandantes acima podem usar roupas livres, desde que elas se mantenham formais para o ambiente da base.

Observação: Todo superior é obrigatório ser membro HC.

É proibido realizar a troca de visual dentro das Bases, Sala de Acessos e Corredor. Apenas a Presidência estará isenta desta regra. Todos os outros quartos da DIC são permitidos realizar a troca de visual porque cada lugar tem seu motivo para ser realizado.

Artigo 2 - Aparências e Acessórios

As cores de peles permitidas dentro do Departamento são aquelas as quais são consideradas “humanas”. Ou seja, as que existem na vida real. São elas, portanto:

- Caucasiano (branco) e variações;
- Negro e variações;
- Pálido;

Qualquer outra cor de pele que não se encaixe nas variações das descritas acima são proibidas de serem usadas por qualquer policial da DIC durante o exercício de suas funções.

Barbas, bigodes e semelhantes são permitidos desde que sejam pequenos e não sejam exagerados. Portanto, é aconselhável usar o bom senso na hora de solicitar a troca para um policial.

Efeitos são completamente proibidos dentro da base por qualquer membro da Polícia.

Acessórios são permitidos dentro das instalações da Polícia DIC desde que mantenham a formalidade do ambiente em perfeita harmonia. Ou seja, óculos, chapéus, cintos e variantes aprovados desde que os escolham com moderação. Nada exagerado, supérfluo ou desagradável de se ver.

Artigo 3 - Missão

Cada policial tem a sua missão. A missão de um policial é como sua identidade ele só pode entrar na base com ela. Se caso o policial perder sua missão ele pode pedir a um superior para lhe dar uma nova. A missão de qualquer policial deverá ser como o seguinte modelo:

[DIC] Patente [N° do dia / N° do mês - N° da página do tópico] <N° do tópico/ N° da página do tópico> [Grupos Auxiliares]

Um exemplo de uma missão:

[DIC] Tenente [11/04-01] <01/03> [G/Br]

Segue abaixo uma lista de todas as abreviações permitidas para cada patente:

[DIC] Soldado - Não pode ser abreviado.
[DIC] Cabo - Não pode ser abreviado.
[DIC] Sargento - Sgt
[DIC] Subtenente - Sub
[DIC] Aspirante - Asp
[DIC] Tenente - Ten
[DIC] Capitão - Cap
[DIC] Major - Maj
[DIC] Tenente-Coronel - T-C | T-Coronel
[DIC] Coronel - Cel
[DIC] Inspetor - Ins | Insp
[DIC] Superintendente - Sup
[DIC] Comandante - Com
[DIC] Comandante-Geral - C-G | Com-G
[DIC] Supremo | Sup
[DIC] Vice-Presidente | V-P

Observação: Só é permitido a abreviação caso seja necessário fazê-la por conta do espaço.

Observação 2: Os policiais com a patente acima ou igual a Comandante podem usar dois tipos de missões, sendo elas:

Comandante da Polícia DIC ®
[DIC] Comandante ®

Observação 3: A utilização de caracteres especiais é condicionada à patente mínima de Tenente. Entretanto, serão permitidos apenas os seguintes: ® e Ð; sendo o ® obrigatoriamente no fim da missão e o Ð substituindo o D de [DIC].

Artigo 4 - Grupo

Toda patente tem seu grupo de patente e a regra geral é que favorite ele. Subtenentes acima possuem grupos hierárquicos também, os quais serão descritos a seguir. Pode-se escolher se irá favoritar o grupo de patente ou o hierárquico.

Praças Especiais -> Subtenentes e Aspirantes
Oficiais Subordinados -> Tenentes e Capitães
Oficiais -> Majores, Tenentes-Coronéis e Coronéis

Algumas patentes, entretanto, possuem treinamentos específicos para elas. E nesses casos é permitido que o policial escolha se vai favoritar o grupo da patente, o hierárquico ou do treinamento.

Estará listado abaixo todas as patentes que são permitidas usufruir dessa regra:

- Cabo; podendo favoritar o grupo de Cabos ou T1.
- Sargento; podendo favoritar o grupo de Sargentos ou TS.
- Subtenente; podendo favoritar o grupo de Subtenentes ou T2.
- Aspirante; podendo favoritar o grupo de Aspirantes, TA ou CPA.
- Tenente; podendo favoritar o grupo de Tenentes, T3 ou RQ.
- Capitão; podendo favoritar o grupo de Capitães ou Aprovação na Academia.
- Major; podendo favoritar o grupo de Majores ou Aprovação na Academia.
- Tenente-Coronel; podendo favoritar o grupo de Tenentes-Coronéis ou Aprovação na Academia.
- Coronel; podendo favoritar o grupo de Coronéis ou ECH.

Os grupos oficiais da DIC são os grupos cujos donos são membros da Presidência ou grupo criados com a intenção de complementar os Grupos Auxiliares e autorizados pela Presidência. Esses grupos autorizados e em uso pelos Grupos Auxiliares estarão listados no Regimento Interno de cada um deles.

avatar
Cmd.Jhenyfer
Admin
Mensagens : 47
Data de inscrição : 03/06/2017
http://policialdic-blet.forumeiros.com

Re: [DIC] Legislação

em Dom Jun 04, 2017 1:37 pm
Artigo 5 - Emblemas

Emblemas são permitidos de serem utilizados por nossos policiais em nossas dependências. Porém, é estritamente proibido o uso dos emblemas que fazem referência a qualquer outra organização, polícia ou empresa do ramo policial ou militar do Habbo.

Essa regra não é válida quando se trata de Emblemas cuja referência é direcionada a organizações, polícias ou empresas do ramo policial ou militar aliadas da DIC.

Artigo 6 - Cabelos

Para que se mantenha a ordem dentro da base, a Polícia DIC disponibiliza uma pequena lista com os cabelos que podem ser utilizados dentro dela. É importante lembrar que aqueles que se encontram disponíveis para a venda no catálogo não são permitidos. As imagens mostram as demais proibições, sendo Masculino na esquerda e Feminino na Direita.
Capítulo 07 - Direitos

Artigo 1 - Direitos

Os direitos em Quartel General serão dados aqueles policiais que forem da confiança do Presidente Cmd.Jhenyfer. Apenas ele terá a permissão de entregar direitos aos membros da Polícia que em sua visão merecem tal responsabilidade. Não existe patente mínima para tal recebimento.

Artigo 2 - Regras

Por ter direitos no QG, o policial deverá seguir algumas regras listadas abaixo. Qualquer descumprimento das regras poderá acarretar de punições leves, como advertências verbais, até às graves como a própria perda dos direitos.

- Abusar dos direitos, kikando ou banindo usuários do Quartel General.
- Deslocar os mobis do local original sem motivo aparente.
- Intimidar os usuários do Hotel no quarto com ameaças de kick ou banimentos.
- Não cumprir seus deveres como Oficial de Direitos.
- Os direitos só podem ser usados caso você esteja no Oficial de Comando ou mediante solicitação do O.C.
- E qualquer outra coisa que possa ser feita para causar tumultos e/ou quebras de regras da Legislação.

Artigo 3 - Comprometimento

O Oficial de Comando tem comprometimento em cuidar da base para que esta continue aberta com um bom movimento e com suas funções sendo exercidas de maneira agradável. Ou seja, tem a OBRIGAÇÃO de estar sempre incentivando os policiais a chamarem amigos, a fazerem Lota-Lota, a aplicarem treinamentos, entre outras coisas.

Caso a base esteja com movimento fraco, o policial pode sofrer punições se não estiver realizando nenhuma das medidas citadas acima.

Capítulo 08 - Força Tática

Artigo 01 - Introdução e Benefícios

A Força Tática é um grupo com todos os policiais militares condecorados. Eles utilizam um colete na cor azul escura para se diferenciar dos demais. Os subordinados, Inspetores e Superintendentes devem utilizar sempre, a menos que sejam membros do GOE (os quais devem seguir com sua farda) e do TJP (que possuem a opção de escolha). No caso de Comandantes acima, o uso desse colete se torna opcional. Os membros da Força Tática têm o direito de fazer uso da emenda que se encontra no artigo 1 do capítulo 3 desta legislação.

Artigo 02 - Condecorações Militares
As sete condecorações existentes serão descritas aqui, assim como, seus policiais homenageados. As maneiras de se ganhar as condecorações são equivalentes ao gênero da condecoração.

- Condecoração da Lealdade: Medalha Nicolas André para o policial que demonstrar sua total lealdade para com a empresa, assim como o Comandante-Geral durante toda sua carreira. Representado pelo peão no símbolo do grupo. O peão, peça do Xadrez, é normalmente representado na simbologia pelo povo leal que segue seus ideais e/ou líderes, mantendo firme sua lealdade para com eles.

- Condecoração Valores Policiais: Medalha Bruno Mass para o policial que for a representatividade dos Valores Policiais exaltados pela Polícia DIC, assim como o Supremo durante sua carreira. Representado pelo diamante no símbolo do grupo. O diamante simboliza a verdade, a pureza, a perfeição, a maturidade, entre outros. Ou seja, os valores policiais que prezamos.


- Condecoração do Ato de Comprometimento Contínuo: Medalha Vinicius Resende para o policial que mantiver a chama do comprometimento contínuo com a empresa sempre acesa, assim como o Comandante-Geral a mantém durante toda sua carreira. Representado pela chama no símbolo do grupo. A chama simboliza justamente a continuidade do comprometimento do policial com a polícia, transcendendo o esforço do policial comum para outro nível, o do que foi condecorado.

- Condecoração do Ato de Segurança: Medalha Brendo Souza para o policial que contribuir efetivamente para a Segurança da Polícia DIC, assim como o Supremo Aposentado fez durante sua carreira. Representado pela espada no símbolo do grupo. A espada é um símbolo tradicional do estado militar, portanto, da segurança que se pode ter.

- Condecoração da Perseverança: Medalha Kleber Souza destinado ao policial que superar todas as barreiras impostas em sua trajetória sem fraquejar e distanciar-se de seu objetivo, assim como o Comandante fez durante sua carreira. Representado pelo punho fechado erguido. O punho fechado erguido tem como simbologia universal a resistência e o enfrentamento a todas as diversidades que possam ser encontradas no seu caminho.

- Condecoração do Espírito de Liderança: Medalha João Bretas ao policial que mesmo no meio de tantos outros, destaca-se como líder nato de seus companheiros e assim como a estrela-guia dos céus, os conduz em suas trajetórias. Assim como feito pelo Supremo em toda sua carreira. Representado pela estrela-guia entre as demais estrelas. Símbolo universal do caminho a ser seguido, a estrela-guia possui o objetivo de concretizar o espírito nato de liderança do policial condecorado.

- Condecoração do Ato Formidável: Medalha Danilo Gouvea ao policial que executar atos grandiosos de inovações que inspirem os outros policiais da empresa, assim como o Vice-Presidente em toda extensão de sua carreira. Representado pela estrela ornamentada por uma coroa de louros. A estrela seria a representação do policial destaque que ao ser ornamentado por uma coroa de louros oficializa sua conquista e seu ato de glória, segundo a tradição grega.
Capítulo 09 - Comportamento em Base



Artigo Único

Para um melhor convívio de todos os policiais da DIC, estaremos disponibilizando abaixo condutas que todos devem aderir em base:

- É estritamente proibido falar sem NEGRITO. Portanto, SEMPRE o usem;

- Sua ortografia é uma peça chave para um melhor rendimento dentro da DIC. Portanto, evite usar CAPSLOCK, apenas quando precisar destacar algo na frase. Use as pontuações, acentuações e também as letras maiúsculas no começo das frases, nomes próprios, etc.

- Lembre-se da forma de tratamento ensinada, portanto caso for subordinado sempre use: Senhor + Patente + Nome; Caso for superior sempre use: Patente + Nome;

- Não fique criando obstáculos na base ao passear por ela, portanto, assim que entrar nela procure se sentar no setor designado. Além disso, enquanto estiver em um setor (a menos que for o Comandante) permaneça sentado e sempre acene quando precisar de algo.

- É proibido se ausentar em local inapropriado, usar efeitos e/ou placas e se sentar no chão da base.

- Evite fazer escândalos em base. Caso necessite de algo, sussurre para o policial que pode te ajudar.

- O envio de indiretas ou quaisquer comentários difamatórios em base feitos de maneira “acidental” ou não direcionada a uma pessoa (sem o uso de nomes) é um ato completamente infantil e condenamos o uso de tal prática.

- Nunca discuta com seus superiores. Caso seja contra alguma ação tomada, ordem direcionada ou até mesmo algum comentário que o mesmo disse, busque resolver este problema de maneira privada. Use o console, sussurro ou meios de comunicação externos.

- Caso queira corrigir o erro de algum policial, faça-o da mesma maneira indicada anteriormente. Use o console, sussurro ou meios de comunicação externos. Assim evitaremos constranger o policial em base.

- NUNCA peça promoções. É realmente PROIBIDO fazer qualquer comentário acerca de pedir promoções. Todos os exemplos abaixo podem ser caracterizados como pedir promoção:

• “Senhor, estou há muito tempo em minha patente.”
• “Senhor, faz horas que estou trabalhando aqui na DIC e ninguém me observa!”
• “Senhor, o policial Fulano foi promovido e eu estou há mais tempo que ele na patente.”
• “Nossa, seria tão bom ser promovido!”
• “Nossa, eu adoraria vestir aquele uniforme tal.”

Ou qualquer outro comentário que indique que você deveria ser promovido.
A punição para tal ato varia de advertências escritas até demissões, dependendo do caso.

Capítulo 10 - Comandos

Artigo 1 - Sentido / Atenção

O comando Sentido/Atenção é efetuado sempre que um cargo equivalente ou superior ao maior cargo que estiver presente anteriormente em base entrar. Sendo assim, usaremos um exemplo para explicar melhor:

- Inspetor entra em base e o maior cargo presente é outro Inspetor. Portanto, o Comando deve ser efetuado.
- Inspetor entra em base com a presença de um Comandante. Logo, o Comando não deve ser efetuado, pois Comandante tem equivalência superior a de Inspetor.

O Oficial de Comando (O.C) deve anunciar o Sentido/Atenção sempre que for necessário.
Na ausência do O.C, a responsabilidade passa a ser do Oficial de Base (O.B). Na ausência de ambos, o Oficial de Guarda (O.G) deve efetuar o comando. O anunciante (caso tenha DIREITOS em BASE) é responsável por andar pela base exigindo a postura de todos os policiais. Na ausência desse policial com direitos em base, a responsabilidade é do militar que recebeu o comando.

Todos os policiais presentes no pátio, devem se levantar para prestar o comando. Não é permitido que se mexa durante o Comando nem que fale. As únicas restrições para essa regra são a permissão de falar caso o policial que estiver recebendo o Sentido ou o aplicador te pergunte algo diretamente ou quando eles te mandem trocar de lugar para efetuar o Sentido e/ou Atenção. Nesse caso, poderá responder-lhe.

O Sentido deve ser transferido caso entre um policial de patente superior ao que estiver recebendo o Comando.

Segue o exemplo abaixo:

- Um Superintendente está recebendo um Comando quando um Comandante-Geral entra em base. Sendo assim, o Comandante-Geral é o novo receptor do Comando e o Superintendente deve prestar o Sentido da maneira ensinada anteriormente.

O Comando irá acabar quando o policial que recebeu o Sentido/Atenção diga: “À Vontade”. Tal comando será explicado em seguida. O policial que não prestar corretamente o Comando Sentido/Atenção será cobrado para que da próxima vez o cumpra satisfatoriamente.

Artigo 2 -  À Vontade


O comando será aplicado sempre no fim dos comandos Sentido ou Atenção. Entretanto, não será efetuado pelo Oficial de Comando, Oficial de Base ou Oficial de Guarda e sim pelo policial que recebeu o comando por um desses citados, ou seja, aquele de maior patente que acabou de entrar em base.

Após ele anunciar o comando “À vontade”, todos devem voltar às suas atividades anteriores.
Aqueles que não prestarem o À Vontade de maneira correta estarão sendo cobrados para que posteriormente o cumpram corretamente.

Observação: Caso o militar que estiver recebendo um dos Comandos Sentido ou Atenção perca a conexão antes de anunciar o Comando À Vontade, é responsabilidade do policial anunciador CANCELAR o comando. Com o comando cancelado, os policiais deverão se sentar ou retornar às suas atividades.

Artigo 3 - Apresentar-se

Este comando deve ser efetuado sempre que o policial for receber uma punição ou promoção. Ele deve ser feito sempre no setor do Quartel General destinado a essa prática, no caso atual, a Sala de Comandos.

O Comando funciona da seguinte forma:

1 - O policial que for se apresentar se senta na cadeira e aguarda o anunciante se posicionar e falar: Sentido. Deves prestar o comando Sentido da maneira ensinada anteriormente.

2 - Logo após, o anunciador irá dizer: Apresente-se.

3 - Você deve então se aproximar do seu superior e ficar em sua frente em linha reta. Em seguida, acene. Ele irá acenar de volta. Após a troca de acenos, deve dizer a seguinte frase, SEM modificações:

• “Senhor/Senhora, (Sua patente) + (Seu nome) apresenta-se, à espera de suas ordens.”
• Exemplo: Senhor/Senhora, Tenente Fulano apresenta-se, à espera de suas ordens.”

4 - Então o seu superior irá te dizer o motivo pelo o qual te trouxe até o setor para prestar o comando.

5 - Em seguida, ele irá te dispensar. Sendo assim, ele irá dizer: “Dispensado!”.

6 - Ele irá então acenar e você deve acenar de volta. Quando ambos acenarem, retorne à posição de Sentido e espere.

7 - Ele irá anunciar o À Vontade e você deve cumprir ele normalmente, como ensinado antes.

Observação: Durante a fala do seu superior no ‘’Apresente-se’’, você deve OBEDECER todas as ordens dadas. Evite falar muito, apenas responda às perguntas diretas feitas por ele para você.
Qualquer erro na execução do Comando pode gerar punições, sendo elas variantes de advertências verbais até escritas.
Caso você discorde de algo que esteja sendo feito, não use o momento do Apresentar-se para discutir isso. Cumpra-o e lute por seus direitos após ele terminar. Procure superiores ou o Tribunal de Justiça Policial para tal.
avatar
Cmd.Jhenyfer
Admin
Mensagens : 47
Data de inscrição : 03/06/2017
http://policialdic-blet.forumeiros.com

Re: [DIC] Legislação

em Dom Jun 04, 2017 1:40 pm
Capítulo 11 - Quartel General ou Base

Artigo 01 - Setores/Comandos

Pátio ®

O pátio é o centro da base, onde os policiais se sentam e aguardam pelas ordens de seus superiores.

Nele possui três comandos: o O.G (Oficial de Guarda - Tapete Amarelo), o O.B (Oficial de Base - Tapete Vermelho) e o O.C (Oficial de Comando - Tapete azul claro.)

Claramente, além dos sofás disponibilizados para uso dos policiais que estejam aguardando ordens superiores para assumir seus postos de trabalho.

O Oficial de Guarda é responsável por encaminhar os policiais ao trabalho, tirar dúvidas e dar permissões. Ele deve usar o balão de fala na coloração amarela.

O Oficial de Base é responsável por atender chamados dos setores da base, fora o pátio. (O O.B deve ajudar o O.G atendendo chamados do pátio apenas quando necessário.)
Ele deve usar o balão de fala na coloração vermelha.

O Oficial de Comando é responsável pelos direitos da base, além de anunciar o comando Sentido sempre que necessário, conforme foi explicado anteriormente. Ele deve usar o balão de fala na coloração azul não-HC ou azul-HC.

Os policiais que estiverem assumindo qualquer um dos comandos têm a obrigação de estarem sempre dando avisos para os policiais presentes em base. Tais avisos devem conter o teor informativo ou ordenativo. Iremos citar exemplos:

- Policiais da DIC, mantenham-se conectados ao fórum e deem nota ao quarto!
- Policiais da DIC, amanhã acontecerá uma ronda no horário da tarde.
- Policiais da DIC, curtam nossa fanpage “DIC - HABBO” no Facebook!

Enfim, informações que os façam lembrar das atividades básicas que deveriam estar realizando ou de acontecimentos recentes ou futuros da polícia.

Recepção ®

A Recepção é o local onde os recrutas se alistam. Nela existem dois comandos que são responsáveis por fiscalizar o trabalho dos policiais que estão atendendo os recrutas, assim impedindo a entrada de recrutas incorretos. Os policiais podem se deslocar sem permissão para a recepção, desde que tenham alguma cadeira vaga ou superior para ser assumido.

Alavancas ®

As alavancas são por onde os policiais entram para trabalhar. Nela existem três policiais responsáveis pelas alavancas e um comandante responsável por evitar erros das duas alavancas. Funções:

Alavanca 01: A função do policial residente na primeira alavanca é de conferir os seguintes requisitos: uniforme, missão e grupo favoritado destinados à patente. Além disso, o conferimento da cor do balão de fala é essencial. Deve estar sempre na cor branca. Patente mínima requerida: Soldado.

Alavanca 02: A função do policial residente na segunda alavanca é de conferir a presença real ou não do militar que se aproximou na página do fórum que o mesmo indica em sua missão. Além disso, em alguns casos, o conferimento dos treinamentos é essencial. Patente mínima requerida: Cabo com <T1>

Alavanca 03: A função do policial residente na terceira alavanca é de conferir os militares da patente de Sargentos, tanto quanto aos requisitos exigidos, como se os mesmos constam no fórum. Patente mínima requerida: Cabo com <T1>

Comandante das Alavancas: A função do comandante das Alavancas é supervisionar o trabalho das três Alavancas. Ademais, é necessário que o policial esteja atento para abrir a porta de entrada do setor aos outros policiais que cheguem para assumi-lo e também das alavancas de realização de kicks aos invasores e/ou policiais incorretos que estejam atrapalhando o fluxo da fila.

Sala de Civis (Salinha) ®

Nela possui um comandante (Sargento com TS acima e Analista com o EA-II), que é responsável por ensinar aos recrutas coisas básicas da polícia para facilitar o funcionamento da aula que será realizada pelo Guia. Ele poderá ensinar o negrito, os comandos Sentido e À vontade e a usar os termos senhor/senhora. Entretanto, mais coisas podem ser ensinadas caso a aula demore a começar.

Fiscalizador de Civis ®

Local destinado para a prática da revisão do alistamento dos policiais da recepção. Possuirá um policial (Subtenente com T2 e Analista com o EA-II) que é responsável justamente por checar se o Recruta está com todos os requisitos corretos ou não. Caso esteja, deve-o liberar. Caso não, deve TENTAR corrigir ele. Porém caso comece a chegar mais Recrutas, é OBRIGAÇÃO dele dispensar o recruta pela porta de kick e prosseguir com os que estão corretos para que não tumultue. É obrigatório permitir ser assumido por um subordinado nesse setor, portanto, é obrigatório assumir superiores também.


Sala de Comandos ®
É a sala onde ocorrem as promoções, advertências e/ou rebaixamentos na polícia. Qualquer uma das coisas citadas anteriormente devem ser apresentadas em tal sala ou se for caso do Tribunal de Justiça Policial, na sala oficial do Tribunal de Justiça Policial.

Assento do Guia ®

É a cadeira onde o Guia aguarda para que a aula comece ou então se senta para utilizar as três alavancas dispostas lá. Cada base possui seus sistema interno onde deverá ser aprendido nas duas Aulas de Formação de Guias. Além disso, disponibilizamos papéis para auxiliar o entendimento de todos os policiais.

Cadeira do Lota-Lota ®

É a cadeira onde os policiais que estejam realizando o Lota-Lota no momento devem se sentar, para manter a organização visual dos superiores. Dessa forma é mais simples verificar quem está realizando a lotação no momento, evitando assim mandar muitos policiais ao mesmo tempo.

Praça de Ausência Externa ®

Localizada nas Base 1 e 2. A Praça tem como objetivo desafogar o quarto de policiais que precisem se ausentar por um tempo médio ou longo, na realização de relatórios os qualquer outra atividade que o impeça de exercer seu trabalho em base. Assim, ele cede espaço para outros que queiram trabalhar ou então até mesmo Recrutas.

Corredor de Teleportes ®

O Corredor de Teleportes existe para a melhor organização das passagens internas da Polícia DIC. Existe uma ordem para o acesso de cada quarto e tal ordem é descrita pelos blocos de anotações presentes logo em cima dos elevadores executivos.

Sala VIP ®

Destinada aos superiores, convidados e qualquer cargo pago. Essas pessoas podem ficar usufruindo da sala para se ausentar, realizar trabalhos externos da DIC ou quando o pátio e as demais funções da base estiverem ocupadas e portanto não há necessidade de eles estarem “a serviço”. Entretanto, quando a base precisar, é dever deles voltar ao pátio para estarem à disposição dos policiais.

Postos Fiscais ®

Posto Fiscal das Alavancas: Localizado perto da entrada das alavancas, tem a função de fiscalizar as Alavancas de forma mais direta. Como por exemplo a superlotação das alavancas, muitas vezes sendo obstruídos e com isso gerando uma demora na entrada dos subordinados. Esse Posto irá consertar esse problema. Também aceitar os policiais em seus devidos grupos enquanto estiverem entrando pelas Alavancas. O balão de fala na cor verde deve ser usado para destaca suas falas. Quem pode assumir o comando: Aspirante com <TA> acima
Apenas membros da Presidência podem usar um balão de fala colorido sem motivo. Os superiores podem utilizar durante AVISOS e/ou ANÚNCIOS importantes.

Artigo 02 - Assumir Superiores

Quando chegar em base e vir que o setor/comando no qual deseja trabalhar está ocupado por um funcionário de maior patente, peça ao Oficial de Guarda se o pode assumir.

Não é permitido assumir policiais subordinados ou de mesma equivalência.

Os treinamentos contam para que o policial seja de equivalência superior na hora de assumir. Exemplificando:

Situação: Um Cabo com <T1> e outro Cabo sem <T1> estão na Recepção. É dever do Soldado assumir o Cabo com <T1>, visto que o outro policial pode ser usado nas Alavancas, enquanto o Cabo sem o treinamento só poderá retornar à recepção.

Existem regras para essa permissão ser dada e elas serão explicadas aqui:

Setores: Recepção (alistando) | Alavancas 1, 2 e 3 | Salinha de Recrutas | Cadeira de Guia | Alavanca de Recrutas | Postos Fiscais
Comandos: Oficiais de Guarda, Base e Comando | Alavancas | Recepção | Cadeira do Lota

Em quase todos os setores é obrigatório que o superior permita ser assumido, com exceção da Cadeira de Guias.

Nos seguintes comandos das Alavancas e Recepção também é obrigatório.
Portanto, apenas os Oficiais (Guarda, Base, Comando) e a Cadeira de Lota não precisam permitir serem assumidos pelo pedido de subordinados.

Isso não significa que não seja educado permitir que ele o assuma.

Afinal, o policial de patente subordinada à sua merece uma oportunidade de mostrar seus conhecimentos nos Comandos Centrais, afim de se destacar e por consequência, ser promovido.

Artigo 03 - Convidados

Os convidados devem estar com a missão nesse formato:
[DIC] Convidado(a) da Presidência

Só é permitido um convidado por vez;
Exige-se a presença do membro da Presidência que convidou;

Estar com o grupo [DIC] Convidados favoritado. E com uma vestimenta apropriada a uma base de polícia. Qualquer convidado que não entre com esses requisitos deve ser avisado e caso não mude, kikado.
avatar
Cmd.Jhenyfer
Admin
Mensagens : 47
Data de inscrição : 03/06/2017
http://policialdic-blet.forumeiros.com

Re: [DIC] Legislação

em Dom Jun 04, 2017 1:42 pm
Capítulo 12 - Pagamento

Artigo único

Os pagamentos da Polícia DIC são feitos mensalmente, para os melhores do mês, ou seja quem não se dedicar e dar o seu melhor pela polícia não receberá!

Capítulo 13 - Períodos de Ausência e Punições por Tempo

Artigo 01 - Férias

As férias serão disponibilizadas para os policiais de patente Major a Superintendente.
Para solicitar suas férias devem ir no chat do comando e explicar por quais circunstâncias deseja afastar-se de suas funções.
Vai passar por uma avaliação na reunião do comando para que possamos decidir se realmente você cumpriu com suas obrigações durante seu tempo no departamento, caso aprovado vai ter suas férias concedidas.

Informações Técnicas:

- Tempo máximo que pode solicitar suas férias é de 12 dias, e ao fim do seu tempo afastado só vai poder solicitar novamente quando se passar 2 meses.

- O policial que entrar de férias vai ter seus dias de patente congelados, não vai precisar bater metas de grupos auxiliares até que volte para suas obrigações na polícia. Porém ele pode agir normalmente, entrando no habbo e até mesmo entrar em base e aplicar treinamentos e aulas caso seja o seu desejo.

- Se por algum acaso seu período de férias for no mesmo dia do pagamento, o policial vai poder entrar e pegar seu salário normalmente.

Artigo 02 - Aval

O Aval é um documento que permite que o policial se ausente por determinados dias.
Um policial, quando fica muito tempo sem entrar no Habbo, pode ser punido com uma advertência, rebaixamento ou até mesmo demissão dependendo do tempo.

Apenas superiores podem postar um aval e é proibido postar para si próprio.

Observação: Membros da Inspetoria e Tutoria só poderão solicitar aval diretamente ao Comando. Ficará a critério do Comando se permite ou não o aval.

O Aval deverá ser postado caso o policial for se ausentar por mais de 7 dias do jogo.
Ele pode permanecer por um período de até 30 dias e pode ser renovado uma nova vez por um tempo máximo de 15 dias. Totalizando uma ausência de até 45 dias da polícia livre de punições. Qualquer renovação após essa tem um período máximo de 15 dias e o policial é punido com um rebaixamento a cada renovação.

Durante um aval é proibido se conectar ao Habbo. Tal ação pode resultar no cancelamento do mesmo sem o aviso prévio dos superiores.

Caso queira evitar esse rebaixamento, é possível fazer o pagamento de uma taxa no valor de 10 câmbios à Liderança de Supervisores de Promoções.

Sistema de Congelamento

A Polícia DIC contém um sistema de congelamento devido à ausência, funciona da seguinte forma:

O militar que passar a quantidade de dias X de aval, quando retornar terá que compensar aqueles dias de ausência trabalhando, antes de ser promovido.

Segue o exemplo abaixo:

Majores têm a obrigação de permanecer 20 dias na patente para serem promovidos à Tenente-Coronel.

O Major Sebastião necessita de um aval de 15 dias, o mesmo passa 15 dias de sua patente inativo dos serviços da polícia, ou seja, ele cumprirá somente 05 dias na patente.
Com o Sistema de Congelamento ele terá que ficar 15 trabalhando além dos seus dias mínimos, para compensar os dias que passou ausente. Após esses dias, ele poderá ser promovido.

Artigo 03 - Punições por Tempo

Os cargos militares podem ficar ausentes até 7 dias da polícia sem sofrer punições. É importante lembrar que Recrutas e Soldados não sofrem punição em caso de ausência. Já as demais patentes serão punidas da seguinte forma, caso não entrem:

Cabos e Sargentos:
15 dias ausente - Demissão.

Subtenentes e Aspirantes:
8 dias ausente - Advertência escrita.
20 dias ausente - Demissão.

Tenentes acima:
8 dias ausente - Advertência escrita.
30 dias ausente - Demissão.

Observação: Cabe somente à Liderança dos Supervisores de Promoção a aplicação de tais punições por ausência.

Capítulo 14 - Fórum

Artigo 01 - Registro no Fórum

É obrigatório a presença de todos os policiais com conta ativa no fórum a partir da patente de Sargento. Entretanto, os policiais que estejam na patente de Cabo com o treinamento <T1> completo e solicitarem a criação da conta, poderão ser aceitos.

É obrigação do Comando estar sempre atualizando a listagem de contas inativas e averiguando os que devem ser aceitos ou recusados.

Artigo 02 - Regras Gerais

Algumas atividades são proibidas de serem feitas no fórum. Iremos listar algumas:

- É proibido a criação de tópicos por parte de membros que não têm o dever de criar tópicos;

- É proibido o uso indevido dos tópicos. Em cada tópico deve-se postar apenas o que ele propõe, utilizando o modelo presente na primeira página, pelo criador do tópico;

- É negado o direito de floodar (colocar várias mensagens em sequência) o fórum com mensagens desnecessárias ou repetitivas. Cada postagem deve ser feita apenas uma vez.

- Ofensas ou até mesmo indiretas sem assinaturas são proibidas e serão punidas de acordo com as regras contidas nesse documento;

- Assinaturas também não devem ser exageradamente chamativas ou grandes demais;

- O policial que não acessar o fórum em um período de quinze dias (sem estar de aval) terá sua conta deletada;

- É obrigatório a presença no fórum de todos os policiais onlines no habbo e presentes em alguma atividade da polícia desde que tenham conta registrada e ativada;

- Quando o policial sair da polícia por vontade própria, sua conta será desativada. Mas caso ele seja demitido por algum membro da polícia sua conta será deletada.

Capítulo 15 - Aposentados

A aposentadoria dentro da Polícia DIC Empregos existe para garantir aos policiais que alcançaram uma alta patente da hierarquia que seus serviços não foram prestados à toa durante os meses de trabalho. Dessa forma, poderão seguir com suas vidas pessoais com a certeza de que quando entrarem para visitar a DIC, estarão com uma patente que lhes dá acesso a base, entre outros benefícios.

Artigo 01 - Requisitos

- Possuir no mínimo a patente de Comandante;
- Ter exercido a patente de Comandante (sem a observação) por ao menos três meses;
- Solicitar a aposentadoria ao Presidente da Polícia, existem casos em que ela não será aceita e portanto deverá se demitir caso for sair da DIC;

Artigo 02 - Benefícios

- Ao entrar em base, o comando Sentido SEMPRE deve ser anunciado;

- Todos devem chamá-lo de senhor, em respeito e gratidão aos serviços prestados;

- Possui direitos em base e pode assumir qualquer setor/comando, desde que necessário;

- Qualquer pedido de promoção proveniente de um Aposentado, desde que seja uma promoção de caráter subordinada (ou seja, até o máximo de Tenente-Coronel para Coronel) deve ser atendida, caso o policial tenha todos os requisitos cumpridos;
- Um aposentado possui permissão para aplicar QUALQUER punição a QUALQUER policial, excluindo obviamente o Presidente, desde que apresente os motivos para tal;

- Apenas aposentados da presidência podem usufruir do benefício do 'modo off'. É extremamente proibido um aposentado que não faz parte da presidência utilizar o 'modo off'.

Artigo 03 - Volta à Ativa

O aposentado que desejar voltar a ativa deve solicitar ao Presidente. Cada caso é um caso e portanto não estabeleceremos regras.

É necessário frisar que isso deve ser uma medida séria e caso o Aposentado deseje retornar à ativa, ele ficará impossibilitado de se aposentar novamente por um período de 3 meses.

E caso ele não mostre o serviço esperado dentro da patente que retornou, poderá ser punido com o rebaixamento como qualquer outro policial seria, o que pode lhe fazer perder a patente mínima da aposentadoria.

Artigo 04 - Requisitos

O uniforme é livre, desde que formal ao ambiente.

A missão deve seguir esse padrão:

[DIC] Aposentado <Patente aposentada>

[DIC] Aposentada <Patente aposentada>

E o grupo [DIC] Aposentados deve estar favoritado.

Lembrando que o policial deve conter estes requisitos caso queira entrar em base. Do contrário, ele está livre para ficar da maneira que desejar pelo Habbo Hotel. O aposentado não tem nenhum compromisso em entrar na DIC caso esteja logado no Hotel.

avatar
Cmd.Jhenyfer
Admin
Mensagens : 47
Data de inscrição : 03/06/2017
http://policialdic-blet.forumeiros.com

Re: [DIC] Legislação

em Dom Jun 04, 2017 1:45 pm
Capítulo 16 - Código Penal Policial

Artigo 1: O Código Penal Policial (CPP) foi criado como instrumento público para a verificação de atos delituosos e suas punições. Formado por 99 artigos, é um compilado de leis penais, integrado à Legislação.

Artigo 2: Todas as punições descritas no CPP devem ser apresentadas com o artigo referente da mesma em um ato punitivo. Caso contrário, a punição será cancelada.

Artigo 3: Compete ao Tribunal de Justiça Policial a manutenção do CPP e sua administração.
Artigo 4: Aplica-se as Leis do Código Penal em todo o Território da Polícia DIC, correspondido por todos os quartos Oficiais e/ou contendo policiais da DIC, bem como redes sociais vinculadas à polícia.

Artigo 5: Organizam-se crimes de acordo com sua natureza: dos crimes contra a Polícia DIC; dos crimes contra a Pessoa; dos crimes contra o Funcionalismo; dos crimes praticados contra os Grupos Auxiliares.

Artigo 6: Após entrar em vigor, o CPP ficará à disposição de todos os policiais e membros da Polícia DIC.

Artigo 7: Apenas em caso de dissolução do CPP ou de artigo referente, precedido por emenda, os crimes e suas respectivas punições não terão mais vigor.

Artigo 8: Casos de emendas ao CPP serão avaliados pelo Tribunal de Justiça Policial, TJP.

Artigo 9: Na data da publicação, 30 de janeiro de 2017, será acrescentado um período de adaptação de quinze (15) dias, havendo intervenções do TJP, caso necessário, em atos punitivos.

Artigo 10: Ressalvada a legislação sobre os crimes contra a Polícia DIC, contra as pessoas, contra o funcionalismo e grupos auxiliares, e as atribuições legais sobre o cumprimento da lei, revogam-se as disposições em contrário.

Capítulo 17 - Readmissões

As Readmissões dentro da Polícia DIC são liberadas para todos os policiais que cumprirem os requisitos solicitados para o procedimento. Elas existem como uma forma de respeitar o trabalho já executado por eles no passado e dar uma oportunidade de retornarem a polícia sem precisar passar por todos os degraus básicos da hierarquia, visto que, eles existem para ensinar conceitos que esses militares já aprenderam e portanto, seria uma perda de tempo para eles passarem por isso de novo e para a Polícia, um desperdício de potencial. Visando isso, temos aqui a lista dos requisitos:

- Necessário ter alcançado a Inspetoria ou Tutoria da Polícia DIC | Exceções são abertas para Majores, Tenentes-Coronéis e Coronéis que, se bem julgados pelo Comando da Polícia, podem ter a readmissão concedida.

- Necessário não possuir um tempo superior a um ano fora da Polícia. Visto que, a DIC muda constantemente com projetos e melhorias realizadas por seu Comando e Presidência e um período superior a esse seria o suficiente para o policial estar completamente por fora do Modus Operandi da Polícia atualmente.

- Necessário que a saída da pessoa que solicitar a readmissão tenha sido feita de forma tranquila e respeitosa, sem que ele tenha desrespeitado a empresa ou os policiais dentro dela. Qualquer infração a essa exigência pode ocasionar na recusa da readmissão, independente da qualidade do trabalho apresentado pela pessoa que solicitou o retorno. A regra também se aplica a comportamentos após a saída, ou seja, mesmo que a saída tenha sido tranquila se os tempos posteriores a ela enquanto a pessoa estava fora da empresa foram turbulentos, ela pode ser prejudicada em relação a essa exigência.

- Não é necessário que o policial tenha se mantido "fiel" a DIC ou não. O que irá influenciar, é a patente de retorno após a readmissão ter sido aceita. Será explicado a seguir exatamente o que acontece a aqueles que se mantiverem fiéis e aqueles que não se mantiveram fiéis a empresa.

1. Aos membros da Inspetoria e Tutoria que se mantiveram fiéis a empresa, será concedido o direito de retorno nas patentes de Tenente-Coronel/Coronel ou Supervisor;

2. Aos membros da Inspetoria e Tutoria que NÃO se mantiveram fiéis a empresa, será concedido o direito de retorno nas patentes de Aspirante/Tenente/Capitão ou Administrador/Delegado/Escrivão;

3.1 Aos Policiais que eram Majores que se mantiveram fiéis a empresa, será concedido o terno nas patentes de Aspirante/Tenente;

3.2 Aos policiais que eram Tenentes-Coronéis ou Coronéis que se mantiveram fiéis a empresa, será concedido o direito de retorno nas patentes de Capitão/Major;

3.3 Aos policiais que eram Supervisores que se mantiveram fiéis a empresa, será concedido o direito de retorno nas patentes de Detetive;

4.1 Aos policiais que eram Majores que NÃO se mantiveram fiéis a empresa, será concedido o direito de retorno na patente de Sargento;

4.2 Aos policiais que eram Tenentes-Coronéis ou Coronéis que NÃO se mantiveram fiéis a empresa, será concedido o direito de retorno na patente de Subtenente;

4.3 Aos policiais que eram Supervisores que NÃO se mantiveram fiéis a empresa, será concedido o direito de retorno na patente de Embaixador;

PS: Os cargos que possuem "/" significa que o Comando irá decidir qual patente será oferecida ao policial readmitido.

Capítulo 18 - Sistema de Estágios

A DIC oferece um projeto de Estágio para seus policiais. Neste Capítulo será explicado tudo que se deve saber sobre os Estágios, seu objetivo na empresa e como ele funciona diariamente. O Sistema de Estágios não é um Grupo Auxiliar de fato, embora, possua policiais especificamente escolhidos para cuidarem da manutenção do projeto em seu dia-a-dia.

Artigo 1 - Objetivo do Projeto

O projeto possui dois objetivos, um destinado aos policiais e um destinado aos Líderes dos Grupos Auxiliares.

Aos policiais, a principal missão do Sistema de Estágios é permitir que os policiais participem, mesmo que por um tempo limitado, do grupo que sempre desejou fazer parte. Isso funciona tanto para a diversão em si do policial, como também funciona com uma grande oportunidade dada a ele, visto que, se ele demonstrar um ótimo serviço dentro desse Grupo Auxiliar ele possui a chance de ser efetivado. Muitas vezes os policiais consideram que seriam excelentes membros da função, mas como nunca foram convocados, não conseguiram mostrar seu potencial. Dessa forma, todos terão suas chances.

Aos Líderes, a oportunidade de possuir diferentes policiais entrando em seus grupos semanalmente dará uma bagagem maior de observação deles, facilitando o trabalho de novas convocações oficiais para o grupo. Sem contar que, sempre que um policial se destacar completamente durante o período de estágio ele pode efetivá-lo, adicionando um policial de qualidade ao grupo sem ter feito absolutamente nada, fora, observado seu trabalho enquanto estagiário.

Artigo 2 - O Estágio

1. Sobre o Estágio

O Estágio consiste em em um período de uma semana, que pode ser prolongado por mais uma, onde o policial estará dentro do Grupo Auxiliar que deseja como estagiário. Ele poderá realizar as mesmas funções de um membro oficial, com raras exceções, visando cumprir os dois objetivos já citados do projeto. Durante essa semana, ele terá que cumprir com as obrigações do Grupo e deve seguir as ordens da Liderança dele. Apesar de não ser um membro oficial da função, o Estagiário não está imune de ser banido do grupo caso faça alguma ação irregular grave, como atacar algum quarto/grupo ou prejudicar gravemente a estrutura dele.

Ao fim da primeira semana de Estágio, o Líder terá que decidir entre duas opções que serão discutidas aqui embaixo.

1. O Líder irá finalizar o período de Estágio.

2. O Líder irá conceder uma renovação do período de Estágio por mais uma semana. (Ver Artigo 3)

Caso a renovação aconteça, o Estagiário possuirá mais uma semana dentro do Grupo Auxiliar onde deverá realizar as mesmas atividades da semana anterior. Todas as regras se aplicam também e ao fim dela, uma nova decisão surge.

1. O Líder irá finalizar o período de Estágio.

2. O Líder irá efetivar o Estagiário no Grupo, tornando dele um Membro Oficial.

A decisão cabe exclusivamente ao Líder (com conselhos ou não de sua Liderança) e não pode nem deve ser contestada. Ele é livre para finalizar, renovar ou efetivar o policial que quiser sob o motivo que preferir, dando satisfações apenas a Presidência da Polícia DIC se por algum motivo por solicitado.

2. Cadastrando o seu Estágio.

Para cadastrar o seu Estágio, como já dito, deve possuir os Créditos suficientes em sua "carteira" e possuir os Requisitos exigidos pela Liderança. Tudo isso pode ser visto no próximo Artigo. O Cadastro deve ser efetuada até o Domingo às 23:59 através do link que está postado aqui. Apenas através desse link que seu cadastro será confirmado. Atente-se as mensagens no fórum, por lá que enviaremos a CONFIRMAÇÃO do seu Cadastro.


Para retirada de dúvidas adicionais, busque os Controladores do Sistema de Estágio. Os Controladores no momento são:

- Presidente Cmd.Jhenyfer

2.1 Quantidade de Estágios permitidos.

Os policiais de patente Subtenente até Capitão só possuem um estágio permitido e ele é livre, ou seja, sem custos de Pontos para Grupos Auxiliares. Os Créditos são cobrados normalmente.

Para Majores ou superiores, existe a oportunidade de participar de dois estágios ao mesmo tempo. O primeiro estágio é livre no que se refere aos custos de Pontos para Grupos Auxiliares, porém o segundo estágio simultâneo irá custar um ponto. Então além de checar os Créditos suficientes, é necessário checar se possui Pontos suficientes para realizar o cadastro.

Observação: Os cargos pagos se aplicam da mesma forma em equivalência.

Artigo 3 - Créditos e Requisitos

Os Créditos são a moeda de troca para se cadastrar os Estágios dentro do Sistema. Os Créditos são concedidos aos policiais através de recompensas pelo destaque deles na empresa, os quais, serão especificados mais para baixo. Eles são apenas seus, portanto, está proibido a troca ou empréstimo de Créditos entre os militares. Existe um limite máximo de Créditos que podem ser acumulados, sendo a quantia de 200 Créditos. Os policiais podem gastar seus Créditos da forma que preferirem, desde que, o cadastro do Estágio seja feito até o Domingo.

Link onde consiste os Controles do Sistema de Estágios: Central do Sistema de Estágios

1. Como conseguir os Créditos:

- Ser selecionado nos Melhores da Semana | 20 Créditos (10 Créditos por subsequentes)

- Vencendo Treinos ou Rondas | 10 Créditos

- Sorteios | Número de Créditos a Definir no Sorteio

- Eventos Presidenciais | Número de Créditos a Definir no Evento

2. Preço dos Estágios por Grupo Auxiliar

Os preços de CADASTRO do Estágio nos Grupos Auxiliares são definidos em três Níveis.

Nível 1: Guias (SS), Brigada (Sc), Rondas, Treinadores e Instrutores de Cp | 20 Créditos
Nível 2: Reforço Policial, Supervisores de Promoções e Equipe de Marketing | 50 Créditos
Nível 3: Grupo de Operações Especiais e Tribunal de Justiça Policial | 100 Créditos

Os preços de RENOVAÇÃO do Estágio nos Grupos Auxiliares são esses:

Nível 1: Guias (SS), Brigada (Sc), Rondas, Treinadores e Instrutores de Cp | 10 Créditos
Nível 2: Reforço Policial, Supervisores de Promoções e Equipe de Marketing | 25 Créditos
Nível 3: Grupo de Operações Especiais e Tribunal de Justiça Policial | 50 Créditos

Observação: Caso o policial não possua em sua "carteira" o número de Créditos requeridos para renovar seu Estágio em um dos Grupos Auxiliares ele pode aceitar o convite da mesma forma. Seu nome e a quantidade de Créditos que faltou será colocado no mesmo Controle com o valor negativo e permanecerá lá até que o dito cujo consiga mais Créditos para que então eles sejam redirecionados para pagar a dívida em vez de ser adicionado na "carteira".

3. Requisitos pedidos para se cadastrar em um Estágio nos Grupos Auxiliares

Guias: Tenente ou Embaixador com CEA | Guia
Brigada de Alistamento: Aspirante ou Coordenador
Treinadores: Aspirante ou Embaixador
Rondas: Subtenente ou Embaixador
Instrutores de Cargos Pagos: Aspirante ou Embaixador
Reforço Policial: Capitão ou Advogado com CEA | Guia
Supervisores de Promoções: Aspirante ou Embaixador
Equipe de Marketing: Aspirante ou Embaixador
Grupo de Operações Especiais: Subtenente ou Embaixador com CEA | Guia
Tribunal de Justiça Policial: Subtenente ou Embaixador

Observação: Todos os cargos pagos necessitam ter completado os Exames de Aptidão exigidos para a sua patente para se cadastrarem. A exigência do CEA na Academia é a única exceção, visto que os outros Grupos que solicitam o CEA na verdade é por conta da exigência de ser Guia, que implica em possuir o CEA para conquistar a posição de Guia.
Conteúdo patrocinado

Re: [DIC] Legislação

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum